14 de abril de 2014

Aquela Baranga Gorda?

            Adolescentes não são fáceis, mas não se esqueça que o mais difícil é ser um adolescente! Quando eu tinha uns 14, 15 anos comecei a fazer de tudo para perder peso e ficar um pouco mais parecida com as minhas amigas. Entrei na academia, em artes marciais, fui aprender a surfar, entre outras coisas. Isso Me fez realmente perder peso, pela primeira vez me via bonita no espelho, com o rosto mais afilado.
            Nessa mesma época comecei a sair com as minhas amigas, nós nos reuníamos na praia nos fins de semana e fazíamos festinhas durante a noite.
Foi em uma das festas que conheci um garoto lindo, ele era alto forte, tinha cachinhos castanho  que caiam nos olhos verdes e um sorriso lindo. Conversamos a noite toda, tínhamos muitas coisas em comum. Bom, para resumir a historia vou dizer logo que nos beijamos e trocamos telefone. Ele me disse que na semana seguinte viria novamente para o meu bairro, teria outra festa e nos encontraríamos lá.
             Passei a semana toda esperando a bendita festa, ansiosa para ver aquele garoto super legal. Quando o dia chegou me preparei para ir a festa com as minhas amigas, sai de casa com o maior sorriso do mundo estampado na cara!
             Chegando lá fiquei andando para cima e para baixo (que é o que adolescentes fazem em festas) para poder encontrar o tal garoto, depois de algum tempo eu o encontrei. Fiquei olhando para a direção dele até que me visse. Der repente ele virou para o meu lado e deu um sorriso. Foi quando percebi que ele estava com uns amigos diferentes, e um deles pereceu que ele olhava para mim fixamente, foi quando me olhou com cara de nojo, se virou para a rodinha de amigos e disse bem Alto:
--Fulano, é com aquela Baranga Gorda que você está saindo?
            Faltou chão, definitivamente faltou chão para eu enfiar a minha cabeça, como faz um avestruz!!!
            Todos riam do garoto enquanto eu sai correndo para longe deles, ele não foi falar comigo aquela noite, nem ao menos se virou para saber se eu tinha escutado o que os colegas estavam falando de mim.
            Olha como a vida de adolescente é dura, eu na minha melhor forma física fui chamada de Baranga gorda, desanimei totalmente e me vi sentada chorando em frente a TV comendo brigadeiro de colher.

5 comentários :

  1. Ai Ka, que triste :/ tô me sentindo mal por essa situação
    que babacas esses caras, ai que raiva viu :C

    Ainda bem que você já encontrou seu príncipe encantado hoje em dia :3
    Beijo ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe o que foi engraçado Mih? Depois de alguns anos, já adulta, o cara que me chamou de baranga gorda me chamou para sair, temos alguns amigos em comum hoje em dia e ele vivia pedindo para eu sair com ele, até que um dia perdi a cabeça e disse: "Essa Baranga Gorda não vai sair contigo!"
      Ele ficou super sem graça e nunca mais conseguiu me olhar nos olhos.

      Excluir
    2. UHAHUSDHUSAE bestão mesmo,
      ainda bem que você não aceitou! :3

      Excluir
  2. Não acredito que seja coisa de adolescentes não, uma vez babaca, babaca a vida toda infelizmente, dificil mesmo ler e posso imaginar o quanto deve ter sido ouvir, mas a vida daá voltas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Gabi, não foi fácil mesmo. E ainda não é!
      As piadinhas ainda assombram a minha vida...

      Excluir

Conte-me a sua história, deixe um comentário. Aqui as suas Opiniões e sugestões são sempre bem vindas <3

Ocorreu um erro neste gadget